Alimentação para criança

Alimentação Para Criança — Como Fazer a Introdução Alimentar?

Alimentação para criança é um assunto muito importante. A fase de introdução alimentar é quando ela começa a ter contato com alimentos além do leite materno. Veja dicas no artigo!

A alimentação para criança é um tema muito importante, porque é a partir desse processo que ela consegue todos os nutrientes necessários para se desenvolver de forma saudável. 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), até o sexto mês de vida, as crianças devem receber apenas o leite materno. 

Após esse período, é indicado iniciar a introdução alimentar, que é quando a criança começa a ter contato com papinhas, alimentos sólidos e outras bebidas. Veja no artigo dicas para conduzir esse processo! 

Dicas de alimentação para criança

A alimentação para criança deve ser saudável e balanceada, para que ela tenha acesso a todos os nutrientes que precisa na primeira infância. O indicado pelos nutricionistas, é iniciar a introdução alimentar com frutas amassadas, como se fossem papinhas. 

Para que os pequenos aceitem bem os novos alimentos, é importante que todo mundo em casa dê o exemplo e também tenha uma dieta rica em alimentos naturais. Afinal, eles aprendem muito olhando os pais. Veja mais dicas abaixo!

Varie o cardápio

Para garantir que a alimentação da criança forneça a ela todos os nutrientes importantes nessa fase do desenvolvimento infantil, o ideal é que o cardápio seja bastante variado, evitando sempre açúcar e alimentos processados. 

Dê preferência a alimentos naturais! Escolha duas frutas diferentes por dia, se possível, ofereça carne e vísceras nas refeições, para garantir o aporte de ferro, e não esqueça dos legumes, como cenoura, batata, moranga. 

O ideal é que os diferentes alimentos sejam servidos no prato em pequenas porções, para que as crianças possam experimentar diferentes cores, sabores e texturas. 

Evite sal e temperos fortes

No primeiro ano de vida, o ideal é que as crianças não comam sal, pois os alimentos já garantem que ele receba as suas necessidades diárias de sódio. Evite também temperos fortes, como pimenta, noz-moscada, curry.

Isso porque eles marcaram o sabor da comida e podem interferir no processo de introdução alimentar. Mas você pode usar temperos mais leves, como alecrim e tomilho.

Não force, mas ofereça em outra refeição o alimento rejeitado

É perfeitamente normal que os pequenos rejeitem alguns alimentos novos. Quando isso acontecer, é importante que você não force a criança a comer, pois isso pode causar um trauma em relação à alimentação. O ideal é que em outra ocasião você ofereça o mesmo alimento.

É importante também que você não retire nenhuma comida do prato caso o bebê rejeite, porque assim ele tem a oportunidade de se familiarizar com o alimento.

Alimentação para criança é coisa séria e pode trazer diversos desafios, mas com muito amor e empenho, em breve, o seu pequeno estará comendo de tudo! Para receber dicas personalizadas e ter um suporte maior durante o processo de introdução alimentar, assine a consultoria do Baby Concierge!

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Artigos Relacionados