desenvolvimento da linguagem

Acompanhe o desenvolvimento da linguagem do seu filho

Nessa semana, falaremos sobre um tema que é fundamental para o melhor entendimento da evolução dos nossos filhos (as), que é o desenvolvimento da linguagem – que merece muita atenção, paciência e cuidados.

Para embasar, contamos com o otorrinolaringologista Luciano Moreira, que nos explica melhor no texto e vídeo, que pode ser conferido abaixo, sobre a importância dos estímulos e atividades nos primeiros 3 anos de vida da criança, para auxiliar no desenvolvimento da linguagem.

 

Sobre Luciano Moreira

 

Dr. Luciano Moreira é médico especializado em doenças do ouvido e da audição.

O doutor vem atuando como otorrinolaringologista a frente da Equipe Sonora, com especial atenção à otorrinolaringologia pediátrica e às doenças do ouvido e da audição.

Sua paixão pela audição o levou a planejar e dirigir uma parceria com sua esposa Paula Pfeifer com financiamento do Facebook, o projeto Surdos Que Ouvem, que objetiva divulgar medidas de prevenção da surdez e os tratamentos para reabilitação auditiva.

 

Inicio do desenvolvimento da linguagem

 

De acordo com o especialista e parceiro Baby Concierge, os primeiros 3 anos de vida de uma criança compreendem o período mais rico, mais produtivo e mais importante para o desenvolvimento da linguagem e da fala das crianças.

Durante essa fase, a criança precisa ser muito estimulada com falas, musicas, histórias e interações verbais e não verbais de todos os tipos. Segundo o doutor, isso é fundamental para que seu cérebro absorva essas experiências e possa se transformar para adquirir as habilidades necessárias para linguagem.

Luciano explica que é muito comum ouvirmos de pediatras que cada criança tem seu tempo e que devemos evitar comparações no desenvolvimento da linguagem dos filhos, irmãos e amiguinhos, por exemplo.

 

Como funciona a trajetória do desenvolvimento da linguagem?

 

O otorrino nos explica que a trajetória pode ser comparada com uma escadinha na qual a criança precisa subir um degrau de cada vez se quiser chegar ao topo. 😉

Para facilitar o entendimento, Luciano dividiu essa escada em cinco degraus: do 0 aos 6 meses, dos 6 meses a 1 ano, de 1 ano a 1 ano e meio, dos 18 meses aos 2 anos e finalmente dos 2 aos 3 anos.

 

Vamos ver como isso acontece?

  • Do 0 até os 6 meses a criança já é capaz de vocalizar. Isso mesmo! Ela é capaz de produzir sons que demonstrem a sua satisfação, ou mesmo a sua insatisfação. Como o choro, que pode ter diferentes significados dependendo do tipo de choro, mas também sorrisos, gemidos, gritos e isso pode acontecer em resposta ao estimulo de um adulto, por exemplo.

 

  • A partir dos 6 meses, a criança começa a aprender o significado do NÃO. Ela também começa a usar repetição de silabas (ex: bababa, papapa, mama) sem que isso queira dizer mamãe ou papai, embora muitas vezes pareça. Nessa fase, a criança também começa a se comunicar através de gestos e ela também tenta repetir o que o adulto fala e normalmente até 1 ano de idade a maioria (porém nem todas as crianças) falam a sua primeira palavra!

 

O desenvolvimento da linguagem a partir de 1 ano

 

  • A partir de 1 ano a criança começa a ganhar bastante compreensão daquilo que ela ouve. O seu vocabulário começa a aumentar, até que por volta dos 18 meses as crianças têm o vocabulário de 5 a 6 palavras (em média).

 

  • A partir de 1 ano e meio e até 2 anos costuma acontecer um grande aumento no vocabulário da criança, que pode chegar até o fim dessa fase com cerca de 50 palavras. Nesse período, a criança começa a poder unir as palavras numa mesma frase como “eu quero – me dá – mais água” etc . Essa também é a fase em que a criança começa a usar pronomes, como “meu”. Além disso, durante esse período a criança começa a imitar os animais.

 

O desenvolvimento da linguagem depois dos 2 anos e até os 3

 

  • Depois dos 2 anos e até os 3, a criança tem um grande amadurecimento na sua linguagem. Ela começa a ter mais noções espaciais, como “dentro, fora, grande, pequeno” etc. Além disso, também passa a aprimorar o uso dos pronomes, como “você, eu, ele”. Também nessa fase a fala da criança começa a ficar mais fácil de entender e ela começa a fazer frase de três palavras. Nesse período, também é muito comum que a criança comece a usar plural ou os verbos no passado (nem sempre da forma correta). Ela também começa a usar a inflexão ou a entonação para fazer uma pergunta ou exclamação, por exemplo.

 

Afinal, qual é o desenvolvimento da linguagem ideal?

 

Segundo o doutor Luciano, esse seria o processo normal de aquisição da fala e do desenvolvimento de linguagem. Porém, claro que essa escadinha não termina aos 3 anos. Depois dessas fases, esse desenvolvimento continua até a adolescência, quando então o jovem deve ter uma capacidade linguística mais sofisticada. Nessa etapa, certamente se torna mais capaz de compreender e expressar ideias complexas, correlações e abstrações.

Por fim, o especialista ressalta que a falha em apresentar um ou mais desses marcos do desenvolvimento não serve como critério de diagnóstico para nenhuma doença ou condição.

Porém, serve para que vocês como pais possam agir e ir em busca de profissionais, médicos, otorrinos, fonoaudiólogos, neuropediatras e psicólogos que serão capazes de investigar e descobrir os motivos de um eventual atraso.

Assim, você estará participando ativamente do melhor desenvolvimento possível da linguagem do seu filho!

 

Mais dicas imperdíveis do Baby Concierge

 

As informações do doutor Luciano são fundamentais, não é mesmo? Quer se aprofundar mais no universo da audição? Pois saiba que nós também temos o privilégio de ter o seu curso Curso Caminho da Reabilitação Auditiva, oferecido dentro da nossa plataforma com um desconto especial aos assinantes Baby Concierge!

Caso ainda não seja assinante, vale sempre reforçar que além dos cursos imprescindíveis para garantir uma maternidade mais rica em informações, o nosso Clube de Assinaturas também conta com novos conteúdos produzidos por profissionais renomados do mercado materno-infantil, descontos e benefícios de montão!

O Baby Concierge conta com mais de 130 marcas parceiras e 70 especialistas que oferecem aos assinantes comodidades e descontos de até 50% em inúmeros produtos e serviços. Empresas renomadas como Huggies, Nestlé, Green People, Mustela e Dermage fazem parte do nosso time!

 

 

Para não deixar de ler também

 

Quer ler um pouquinho mais? Então indicamos a publicação de semana passada, “Perder xixi na gravidez é normal ou não? Confira!”, com respaldo da fisioterapeuta pélvica Nathalia Moura.

Prepare-se para entender melhor sobre um tema que não pode ser esquecido e que deve ser levado muito a sério durante e depois da gestação!

 

Confira o conteúdo acima em forma de vídeo também:

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Artigos Relacionados