desafios na amamentação

Desafios na amamentação para superar na maternidade

Para essa semana, escolhemos abordar um assunto tão importante na vida das mamães: a amamentação! Quer saber quais são os principais desafios na amamentação e como ter sucesso ao passar por cada um deles? Confira abaixo as dicas exclusivas da enfermeira e consultora Ana Paula Gama, da equipe de consultoria Amamente_Rio!

Você pode ler ou assistir o conteúdo sobre os desafios na amamentação no vídeo que se encontra ao final desse texto 😉

Sobre a Amamente_Rio

A equipe Amamente_Rio oferece serviços de consultoria de Amamentação e Cuidados Materno-Infantil. A equipe é composta por enfermeiras especialistas, que oferecem todo suporte à família para a chegada do seu novo integrante.

Referência no Rio de Janeiro e São Paulo, foi criada pela enfermeira Ana Paula Gama.

O processo natural e os Desafios na Amamentação

A amamentação é um processo natural, porém nem sempre é um momento fácil. Precisa-se de informações, orientações, auxílio de profissionais e uma boa rede de apoio familiar para lidar com os diversos desafios na amamentação. Vale lembrar que a organização mundial da saúde e o ministério da saúde, orientam a amamentação de forma exclusiva até o sexto mês de vida do bebê e a partir daí, de forma complementar, até dois anos ou mais.

Para se ter uma ideia, você sabia que o período de amamentação no Brasil tem em média apenas 54 dias? Isso mesmo, não chega nem a 3 meses completos!

Causas comuns dos Desafios na Amamentação

Se formos analisar a causa disso tudo, identificamos a falta de apoio e informação que fazem a mulher desistir logo no primeiro momento, já que os primeiros dias são realmente bem cansativos e complicados. Portanto, se a mulher não tiver um apoio profissional, uma boa orientação e um apoio familiar para que ela consiga levar essa amamentação é extremamente comum que ela acabe desistindo logo no início.

Os desafios na amamentação mais comuns enfrentados pelas mulheres nesse início são a privação do sono e a dor, muitas vezes ainda proveniente do parto, pois ela ainda pode estar no processo de recuperação. Além disso, algumas intercorrências são extremamente comuns nesse início. Dentre elas, por exemplo, as escoriações nos mamilos, a apojadura que deixa a mama mais dura, quente, pesada e enrijecida, dificultando muitas vezes a “pega” do bebê em si.

Para somar a tudo isso, vêm também as alterações hormonais que acontecem no pós-parto, o choro do bebê, entre outros fatores, que acabam tornado tudo em uma grande bola de neve para a mamãe e sua família.

Portanto, nesse início é muito importante a mulher ter um apoio e um suporte para que ela possa passar por esse processo da melhor forma possível!

Cuidados durante o período da Amamentação

Os principais cuidados que a mulher deve ter nesse início são a “pega” e posição do bebê. Além disso, muita cautela com o famoso ingurgitamento mamário, também conhecido como leite empedrado durante o período da apojadura. Recomenda-se também estar sempre pegando sol nas mamas e ter um bom sutiã de amamentação.

Leite Ordenhado para ajudar nos Desafios na Amamentação

Agora, uma das dicas mais valiosas que podemos oferecer para mamães nesse período, é que vocês tenham sempre leite ordenhado! Ana Paula “brinca” e afirma que o leite ordenhado é vida, pois você vai poder fazer um revezamento quando o bebê acordar de madrugada, por exemplo.

Outra questão é que no seio materno nunca sabemos ao certo o quanto esse bebê mamou. Ou seja, ele vai mamando de acordo com a sua necessidade.

É sabido que o bebê pode ter uma capacidade estomacal de cerca de 60ml por exemplo.  Porém, quando ele for no seio materno, pode facilmente mamar apenas 30-40ml e ficar satisfeito naquele momento. Em seguida, ele pode adormecer e em 40 minutos ou 1 hora, querer mamar novamente.

Portanto, dificilmente conseguiremos controlar, ou seja, fazer uma rotina para o bebê nesse início. Ele mesmo vai criando essa rotina com o passar do tempo.

Lembrando que cada vez que o estômago dilata, o bebê consegue ingerir mais e ficar mais tempo fora do seio materno. Porém, no início, devido a capacidade estomacal ser muito pequena, o bebê vai ao seio materno várias e várias vezes ao longo do dia e noite!

Quer mais dicas exclusivas para lidar com os desafios na amamentação entre outros do dia a dia da maternidade? Assine agora o Baby Concierge e tenha o melhor custo-benefício! Afinal, ter tudo que uma mãe precisa por apenas R$19,90 por mês é maravilhoso, não é mesmo? Ah! Você ainda tem 7 dias grátis para se apaixonar pela plataforma antes de começar a pagar 😉

 

 

Cansaço das mamães

Tudo isso acaba deixando a mamãe muito cansada e a privação do sono acaba prejudicando mais ainda. Concluímos então que é de grande importância se ter um leite materno ordenhado para que você possa revezar de madrugada, por exemplo. Assim, seu companheiro (a) ou qualquer outra pessoa da sua rede de apoio podem ofertar o seu próprio leite materno. 😉

Diante de todas essas dicas relevante, entendemos que a amamentação depende demasiadamente da informação, orientação, condutas corretas e planejamento. Em outras palavras, ter as ferramentas para saber como fazer e em que momento fazer. Além disso, saber o que não podemos pular e o que não podemos sentir!

Candidíase Mamária e os Desafios na Amamentação

Outro desafio na amamentação bem comum entre as mulheres é a candidíase mamária. A Ana Paula explica que essa é uma das intercorrências mais frequentes nas mulheres que amamentam.

A candidíase mamária é um fungo que surge na mama. Ela normalmente é causada pela grande umidade natural do seio devido ao leite e amamentação naquele período. O uso do sutiã, por exemplo, acaba piorando o problema pois deixa ainda mais abafado.

Fora isso, muitas vezes as mulheres usam alguns utensílios que não devem, o que acaba causando a doença com mais facilidade. Consequentemente, ela começa a ter uma alta sensibilidade, dor na hora que o bebê “pega”, além de fisgadas e ardências.

Diante disso, muitas vezes sem saber o que fazer e sem uma orientação e condução correta, a mãe desiste, devido às dificuldades que estão sendo apresentadas para ela naquele momento.

Portanto, um conselho que a Ana oferece para as que querem amamentar: busquem ajuda e informação! Além disso, assinem o Baby Concierge e aprendam tudo o que precisar sobre os desafios na amamentação com a Amamente_Rio! Afinal, nosso maior objetivo é trazer as informações corretas e ajudar você e sua família nesse momento tão especial, difícil, mas possível na vida de vocês!

Outros conteúdos do Baby Concierge

Gostou do conteúdo que leu acima? Saiba que na nossa plataforma você encontra os mais variados temas tanto na área de conteúdos (exclusiva aos assinantes), quanto na área de blog.

Indicamos também que assistam ao conteúdo da pediatra Jessica Pinha, sobre as dificuldades do sono para os recém-nascidos.

Entre em contato com o Baby Concierge

Esperamos que tenham gostado do conteúdo acima, que também pode ser conferido via vídeo abaixo!

Caso ainda tenham dúvidas sobre o assunto relacionado aos desafios na amamentação, nós e a profissional Ana Paula Gama da equipe Amamente Rio ficaremos felizes em ajudar! Basta entrar em contato pelas redes sociais do Baby Concierge (Instagram e Facebook).

 

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Artigos Relacionados